Prefeito Bruno Covas (PSDB)
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura
Prefeito Bruno Covas (PSDB)

O prefeito e candidato à reeleição, Bruno Covas (PSDB) foi um dos entrevistados do Rodaviva nesta segunda-feira (23), junto ao seu oponente Guilherme Boulos. Durante o primeiro bloco, o tucano foi perguntado se não estaria "escondendo" a existência de uma segunda onda de Covid-19 em São Paulo. Segundo ele, trata-se de "fake news" e "não há evidências" de segunda onda em São Paulo.

Segundo Bruno Covas, o aumento de 20% nas internações por Covid-19 refletem a flexibilização de cuidados sobretudo de pessoas das classes A e B, que têm comparecido mais vezes a eventos sociais como confraternizações em bares e festas. 

O tucano também creditou o aumento de contágios e internações à interiorização da doença.

"No início da pandemia, 13% dos internados estavam fora do município de São Paulo. Hoje, esse número chegou a 20%. São Paulo faz inquéritos sorológicos, senso com professores e alunos da rede municipal. Questionar esses dados é como o governo federal que questiona o INPE sobre as queimadas", complementou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários