Governador do Maranhão Flávio Dino
Agência Brasil
Governador do Maranhão, Flávio Dino.

Nesta quinta-feira (29), após comentário homofóbico de Jair Bolsonaro (sem partido) durante visita ao Maranhão , Flávio Dino (PCdoB) anunciou que irá processar  o presidente por uso de dinheiro público para propaganda política.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse Jair Bolsonaro enquanto ria e tomava o guaraná Jesus, tradicional da região. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, completou o presidente.

De acordo com a Revista Fórum, a equipe de Bolsonaro transmitiu o momento ao vivo nas redes sociais do presidente.

“Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda política. Será processado”, escreveu Dino.

O governador do Maranhão também divulgou um vídeo durante a tarde criticando “visitantes mal-educados”. Apesar de não ter citado nomes, Dino fez referência ao guaraná Jesus.

“O Brasil está precisando de energia patriótica. Vamos todos, hoje à noite, comemorar essas conquistas tomando guaraná Jesus, o guaraná do povo do Maranhão. É uma coisa boa, a gente serve aqui para os visitantes. Até aos visitantes mal-educados a gente serve”, disse Flávio Dino .

    Veja Também

      Mostrar mais