Arthur do Val e Joice Hasselmann
Assembleia Legislativa de SP e Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Arthur do Val e Joice Hasselmann

Arthur do Val (Patriotas) e Joice Hasselmann (PSL) protagonizaram um dos momentos mais quentes no debate da última segunda (26) organizado pelo canal ConecTV.

Veja a discussão entre os postulantes à prefeitura de São Paulo durante o debate:


Arthur foi escolhido para perguntar para Joice, e a questionou sobre ela utilizar o fundo eleitoral em sua campanha e questionou:

"Você (Joice) está pedindo R$ 10 milhões dos brasileiros em sua campanha para aparecer bonitinha na internet. Um minuto e meio para você dizer para nós por que devemos pagar sua campanha", indagou Do Val.

Joice chamou de hipocrisia a fala do rival, pois sua imagem está sendo transmitida em horário eleitoral, e isso significa renúncia fiscal, dinheiro de impostos que deixa de ir para o governo federal e não se traduz em benefícios para a população.

Além disso, diz que apenas abriria mão do fundo eleitoral caso seus adversários, citando Bruno Covas e Russomanno , também abrissem mão dos recursos.

"Eu não vou entrar em uma briga de canhão contra o Palácio do Planalto, que me persegue dia e noite, contra o palácio (Dos Bandeirantes) aqui, do prefeito, com estilingue enquanto eles estão com canhões", afirmou Hasselmann.

Do val, quando teve direito a tréplica fez uma anologia com roubo para criticar a candidata :

"Joice, o que você está me dizendo é basicamente o seguinte, se outros roubam eu também posso roubar um pouquinho".

Nesse momento, a deputada federal e candidata pelo PSL o interrompeu bruscamente:

"Não, roubo não. Você lave a boca com água e sabão para falar de roubo comigo. Sou uma mulher decente e honesta, roubo é o escambal".

Joice pediu direito de resposta , negado pelos organizadores do debate, que entenderam que o candidato do Patriotas apenas fez uma analogia.

Arthur do Val ao ter o direito a palavra em sua tréplica, ironizou a candidata pelo momento quente:

"Joice, não fica nervosa, eu estou pagando sua campanha e não estou nervoso".




    Veja Também

      Mostrar mais