Léo Índio
Reprodução
Leo Índio (esquerda) posa ao lado de Chico Rodrigues (direita)

Flagrado com dinheiro vivo dentro da cueca, o  vice-líder do governo Bolsonaro no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), emprega em seu gabinete Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Léo Índio, primo dos filhos do presidente.

Léo Índio é lotado no gabinete do senador Rodrigues desde abril de 2019. Filho de Rosemeire Nantes Braga Rodrigues, irmã de Rogéria Nantes, mãe dos três filhos políticos de Bolsonaro, Índio foi nomeado em abril com salário bruto de R$ 14.802,41. Ele foi assessor de Flávio Bolsonaro e é muito próximo do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ). Ao ser nomeado para o gabinete de Chico Rodrigues, Léo índio declarou:

"Há algumas semanas recebi o convite do senador Chico Rodrigues , a quem admiro há bastante tempo, para compor sua equipe de trabalho. Nossa convivência foi estreitada desde os primórdios da campanha de Jair Bolsonaro à presidência, quando o senador pôde constatar algumas das minhas características e a convergência de nossas ideias. Sempre acreditei na meritocracia e no valor do trabalho, verdadeiro fiador das liberdades individuais. A boa política, entretanto, é indissociável de mim desde a infância".

Eleito para o Senado em 2018, o senador Chico Rodrigues foi nomeado como um dos vice-líderes do governo Bolsonaro na Casa. A Polícia Federal deflagrou na última quarta-feira uma operação para investigar desvios em aplicação de recursos de combate ao coronavírus envolvendo parlamentares e apreendeu com o senador o dinheiro escondido nas partes íntimas.

    Veja Também

      Mostrar mais