Júlio Cesar
Reprodução/Ascom PRTB
Júlio Cesar foi baleado no peito

O candidato à prefeito de Parauapebas , no Pará,  Júlio César (PRTB), foi baleado na noite desta quarta-feira (15) em uma tentativa de assassinato . O crime aconteceu na estrada que fica nas imediações da vila Carimã, quando o elegível voltava de uma agenda política na zona rural, por volta das 21h.

Um automóvel com três passageiros se aproximou da caminhonete em que Júlio César estava e fez vários disparos.

Para escapar dos tiros efetuados de dentro do carro que estava atravessado na pista, as vítimas tentaram fugir, mas continuaram sendo perseguidas. Um dos tiros atravessou o peito do candidato, que estava sentado no banco do carona.

O candidato foi levado para um hospital particular e o quadro de saúde é estável. Em nota, o partido alegou que o candidato foi vítima de uma atentado.

Os advogados do candidato enviaram um requerimento ao Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PR) pedindo que a Força Federal atue nas eleições para "garantir a segurança do processo eleitoral no município de Parauapebas".

O documento alega que há "perseguição política com uso de violência e grave ameaça à vida", e solicita que o pedido seja enviado para presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), com o intuito de autorizar o uso das tropas. 

    Veja Também

      Mostrar mais