Kassio Nunes Marques
Samuel Figueira/TRF-1
Kassio Nunes foi indicado ao STF pelo presidente Jair Bolsonaro

O desembargador  Kassio Nunes Marques assumiu ao senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) que não fez curso de pós-graduação na Universidad de La Coruña, na Espanha, conforme constava em seu currículo. Ele foi aluno apenas de um curso de cinco dias, em 2014, na universidade, conforme revelou o Estadão.

Kassio Nunes alegou que um "erro" de tradução fez com que "postgrado", que ele afirma ser uma especialização sem paralelo com a pós-graduação nos moldes brasileiros, foi interpretada como pós-graduação.

Ao UOL, Randolf explicou a versão contada por Kassio. "No entender dele é uma compreensão que não é correta, de ser pós-graduação. O que ele disse e está realmente no currículo dele é que ele fez um 'postgrado', em espanhol. É um curso que não é pós-graduação, na argumentação dele".

Tanto no Brasil, quanto no exterior, "postgrado" é pós-graduação. A Universidad de La Coruña alegou que Kassio não frequentou o "postgrado" em suas dependências.

"Ele destacou que, no currículo que ele distribui, na documentação que ele distribuiu, não está relatado como pós-graduação, mas como 'postgrado', que é um curso e não é propriamente pós-graduação, em português, na formatação que conhecemos no Brasil", acrescentou Randolf .

    Veja Também

      Mostrar mais