urna candidatos
José Cruz/Agência Brasil
Candidatos declararam bens com valores distorcidos após erros de digitação

Um erro de digitação fez com que 14 candidatos declaram bens avaliados em mais de R$ 1 bilhão. Ao menos nove acrescentaram alguns zeros a mais na hora de preencher os registros de candidaturas . As informações são do jornal Metrópoles.

O mais rico da lista é o concorre à prefeito da cidade de Abaetetuba, no Pará, que aparece com R$ 10.613.585.493,00. Na realidade, a renda declarada seria a de uma casa de pouco mais de R$ 1 milhão, que se tornou R$ 10,5 bilhões.

Em São Paulo, o candidato a vereador Carlos Gomes (PL-SP) em São João da Boa Vista. Em Minas Gerais, Eugênio da Rapadura, que tenta ser vereador de Paracatu, também está na lista dos que cometeram erros de digitação.

Outros candidatos, como Castro (PR) e Marcelo Menarim (PSD) não confirmaram nem negaram os valores de bens declarados.

As retificações podem ser realizadas pelos próprios candidatos . Caso as informaçõe desencontradas não sofram ajustes, o Juiz Eleitoral pode solicitar diligência.

    Veja Também

      Mostrar mais