O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.
Carlos Magno / GERJ
O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.


Às vésperas da votação do relatório que dá prosseguimento ao pedido de impeachment , o governador afastado Wilson Witzel enviou um vídeo a deputados pedindo para permanecer no cargo.

Witzel enviou o vídeo a deputados e procurou preferencialmente os 25 membros que compõem a Comissão Especial da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que votará o relatório de impeachment, segundo informações da CNN Brasil .

O vídeo, que possui quase dois minutos, conta com uma trilha sonora “dramática” e traz declarações de Witzel. Ele nega ter cometido atos de corrupção e faz um apelo: “eu peço ao povo do Rio de Janeiro e ao Parlamento que não deixem acontecer [o impeachment]”.

Ele também alega que foi afastado do cargo sem direito de defesa e afirma que combateu a corrupção. “Várias dessas organizações criminosas que vinham atuando estão perdendo espaço. Por isso que me querem fora do governo ”.

“O governador Wilson Witzel precisa terminar o seu mandato”, afirma Witzel.

    Leia tudo sobre: impeachment

    Veja Também

      Mostrar mais