Vital do Rêgo é acusado de receber propina quando era senador e presidia a CPI e a CPMI da Petrobras.
Agência Brasil
Vital do Rêgo é acusado de receber propina quando era senador e presidia a CPI e a CPMI da Petrobras.

Nesta segunda-feira (31), a Justiça Federal no Paraná aceitou a denúncia contra o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo . Ele foi acusado de corrupção e lavagem de dinheiro , no dia 25 de agosto. Agora, Vital do Rêgo é réu em um processo ligado à Operação Lava Jato.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal (MPF) no mesmo dia em que foi deflagrada a 73ª fase da Lava Jato , chamada Ombro a Ombro. Na ocasião, Vital do Rêgo teve R$ 4 milhões em bens bloqueados.

Rêgo é acusado de receber propina na época em que era senador e presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) e da CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) que investigavam a Petrobras

Segundo as investigações, Vital do Rêgo teria recebido R$ 3 milhões de Leo Pinheiro, que era presidente da OAS , para proteger executivos da empresa. Nenhum dos empreiteiros foi convocado para depor nas sessões da CPI ou da CPMI, em 2014.

A Justiça Federal também aceitou a denúncia contra outras nove pessoas, incluindo executivos da OAS e intermediadores, por corrupção e lavagem de dinheiro . Alexandre Costa de Almeida, assessor de Vital do Rêgo no TCU, também virou réu.

    Veja Também

      Mostrar mais