witzel
Gabriel Monteiro / Agência O Globo
O afastamento, determinado pelo ministro do STJ, Benedito Gonçalves, será reavaliado nesta quarta

O ministro do STF, Dias Toffoli, deve decidir sobre o  pedido apresentado pela defesa do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, contra a liminar que o afastou, na última sexta-feira (28), do cargo de governador do estado.

O afastamento, determinado pelo ministro do STJ, Benedito Gonçalves, será reavaliado nesta quarta (02) pelo Órgão Especial do STJ, que reúne os 15 ministros mais antigos da Corte.

Com a decisão, Toffoli pode aguardar a definição do STJ ou decidir sobre o pedido da defesa de Witzel antes disso. A defesa do governador alega que o afastamento foi por meio de uma decisão monocrática, e não de um colegiado formado, e antes do recebimento de denúncia formal, que tornaria o governador réu.

    Veja Também

      Mostrar mais