Senador Flávio Bolsonaro voltou a ser alvo de investigações
Pablo Jacob / Agência O Globo
Senador Flávio Bolsonaro voltou a ser alvo de investigações

Fabrício Queiroz e familiares, além de parentes do miliciano Adriano da Nóbrega, receberam do senador  Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) mais de R$ 440 mil em auxílio-alimentação. O valor teria sido repassado enquanto eles foram empregados por Flávio enquanto deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A suspeita é que parte dos ex-assessores eram funcionários fantasmas, segundo as investigações do Ministério Público do Rio (MP-RJ). O benefício do auxílio-alimentação é depositado na conta do servidor automaticamente por mês, sem registro ou desconto nos contracheques.

Esse seria o motivo dos valores não aparecerem na transparência da Assembleia como parte real dos salários recebidos pelos ex-assessores. A Alerj aumentou em 91% os gatos com o pagamento do benefício entre 2014 e 2019.

Fabrício Queiroz é apontado como o eixo principal na investigação que apura um suposto esquema de "rachadinha" no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários