homem sorrindo
Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro,

O presidente Jair Bolsonaro tem a melhor avaliação desde que começou o mandato, com um crescimento da avaliação positiva e uma queda na rejeição, mostra  pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quinta-feira. O índice dos que consideram seu governo ótimo ou bom subiu de 32%, no levantamento de junho, para 37%, número de agosto. Já os que avaliam a gestão como ruim ou péssima caíram de 44% para 34% no mesmo período. O presidente faz um administração regular para 27% (eram 23% em junho).

Em toda a série no governo Bolsonaro, a melhor marca que o presidente havia atingido foi de 33% de ótimo ou bom, registrada duas vezes, em abril e maio de 2020. Por causa da pandemia, o Datafolha fez as entrevista por telefone, ouvindo 2.065 pessoas nos dias 11 e 12 de agosto. As informações foram publicada no site do jornal "Folha de S.Paulo".

A melhora na avaliação de Bolsonaro coincide com a moderação do discurso do presidente nos últimos meses. Desde a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro na Alerj, o presidente abandonou a confrontação pública com outras instituições. O mesmo período marca a consolidação do auxílio emergencial de R$ 600 recebidos por trabalhadores informais durante o período da pandemia.

No corte por regiões, seu melhor desempenho relativo foi no Nordeste, justamente a região que concentra mais pessoas que recebem o auxílio. Lá, a rejeição ao presidente caiu de 52% para 35%. A avaliação positiva subiu de 27% para 33%, mas ainda é a mais baixa entre as regiões do país.

Dados de junho

Avaliação do governo

Ótimo ou bom — 32%

Regular — 23%

Ruim ou péssimo — 44%

Dados de agosto

Avaliação do governo

Ótimo ou bom — 37%

Regular — 27%

Ruim ou péssimo — 34%

    Veja Também

      Mostrar mais