Live Bolsonaro
Reprodução
Bolsonaro afirma possibilidade de voltar ao PSL

Durante sua live semanal nas redes sociais, na noite desta quinta-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que pensa na possibilidade de retornar ao Partido Social Liberal (PSL), por conta das dificuldades em criar o 'Aliança Pelo Brasil', sigla que ele comandaria. "É dificil formar um partido, é uma burocracia enorme", afirmou.

Apesar de sinalizar com uma possível volta ao antigo partido, que o elegeu presidente em 2019, Bolsonaro não desistiu da ideia de criar o Aliança. "Eu não posso investir 100% no Aliança, eu tenho que pensar em outros partidos e tenho recebido convites. 3 partidos me convidaram pra conversar, um deles foi o do Roberto Jefferson".

Sobre a possível volta ao PSL, Bolsonaro alertou que a volta precisa ser muito bem analisada antes e que as cartas precisam ser colocadas na mesa. "Vou conversar com o PSL. Apesar de ter saído, tem uns 43, 44 parlamentares com quem converso. Tem uns oito que não dá para conversar pelo nível, (porque) atacam pessoalmente", afirmou.

Cloroquina

O presidente voltou a defender a cloroquina e o seu uso para tratar a Covid-19. Ele citou um estudo do pesquisador Karl Friston, que afirma que 80% da população pode ser imune ao vírus. Ele ainda voltou a falar sobre sua condição física 'privilegiada' e que o vírus não o acometeu por ter histórico de atleta.

"Eu sempre falei, no meu caso, pela minha compreensão física, pela minha vida passada que eu tenho de esportista - como sempre me cuidei - nunca fui sedentário. Se eu fosse acometido não ia sentir absolutamente nada e isso é verdade", afirmou Bolsonaro.

    Veja Também

      Mostrar mais