TJSP
Divulgação TJSP
O Tribunal de Justiça de São Paulo vai premiar desembargadores que julgarem processos

Para reduzir o acervo de 120 mil processos pendentes de julgamento, o Tribunal de Justiça de São Paulo ( TJSP ) vai criar até 19 Câmaras Extraordinárias. A força-tarefa poderá render uma quantia extra de até R$ 100 mil para cada desembargador que participar delas. O salário dos desembargadores que atuam em São Paulo é de  R$ 35.462,22. Com benefícios, a quantia sobe para R$ 56 mil.  

Os servidores de São Paulo estão entre os funcionários públicos mais bem remunerados do país e a medida passou a ser vista com maus olhos, segundo a Folha de São Paulo.

A medida vai funcionar com cada desembargador das sessões, seja ela de Direito Público ou Privado, vai receber até 600 processos. Cada um dos servidores vai ganhar até 85 dias de compensação. Convertendo em dinheiro, cerca de R$ 100 mil. A sessão criminal terá até 400 processos.

O Tribunal de Justiça de São Paulo disse à Folha, por meio de nota, que os dias de compensação "não implicam em dispêndio imediato, inclusive por falta de meios orçamentários".

    Veja Também

      Mostrar mais