celso russomanno
Reprodução/TViG
Pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno explicou suas propostas em entrevista à TViG

O deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (Republicanos-SP)  tem como uma das propostas de mandato a valorizar a Polícia Militar . Na visão do parlamentar, a categoria não é bem remunerada e por isso não tem "autoestima" para atuar de maneira efetiva, já que se submete à "bicos em horário que deveria descansar" pela falta de uma remuneração maior". 

“Quando você dá autoestima para polícia, você vê resultados”, disse Russomanno na manhã desta sexta-feira (10), durante uma das lives que o Portal iG tem realizado com os pré-candidatos à prefeitura paulistana . O parlamentar ressaltou que uma parte significativa da categoria vive em áreas periféricas e precisa esconder que atua com segurança pública. “[Tem policiais] escondendo seu uniforme porque mora em região perigosa, secando camisa e calça atrás da geladeira para que ninguém não saiba que ele é policial, faz da polícia ineficiente".

Russomanno disse ainda que prefere adotar a política pacifista diante das eleições, sem ataques aos concorrentes, mas que isso o faz alvo de críticas durante as disputas eleitorais. "Prefiro não ganhar uma eleição a prometer o que eu não vou cumprir". 

A respeito do saneamento básico de São Paulo, Russomanno comentou que a cidade tem uma quantidade de “remendos mal feitos” e que poderia ser feito o recapeamento de uma grande maioria das pistas. Na visão do parlamentar, a população tem dever fundamental na estrutura da cidade por meio da fiscalização. "A gente precisa que as pessoas fiscalizem suas ruas. A ideia é fazer com que a população fiscalize a obra feita na sua rua". Russomano diz que isso seria capaz de poupar recursos em benefício da população. 

Em relação às moradias públicas, o pré-candidato pelo Republicanos diz que não é possível dizer um número exato do que pode ser construído, porque antes disso é necessário olhar para o orçamento disponível na Prefeitura. Ao mesmo tempo, estabelece uma linha de atuação para combater a falta moradias de baixo custo em São Paulo .

"Você precisa planejar a construção de habitação e tirar da situação de risco as pessoas que estão ao lado de córregos, riachos, barrancos. Esse é o primeiro ponto a ser abordado. O segundo é transferir essas pessoas [para conjuntos habitacionais]".

Cracolândia 

Celso Russomanno acredita que a Cracolândia é um problema de segurança pública e de saúde e assegura que "onde não há fornecedor, não há consumidor”. O trabalho de inteligência com forças da polícia e da Guarda Civil Municipal para localizar os distribuidores das drogas seria o caminho mais viável para acabar com as concentrações de tráfico na cidade.

"A prefeitura tem feito esse trabalho de inteligência? Não tem feito da maneira que deveria ser feito. Uma vez por dia vai lá e lavar a região, depois que passa a limpeza, as pessoas suja o espaço todo e continuam usando droga. Será que o estado não é competente para evitar que a droga chegue naquele lugar?", questiona. 

Educação básica e transporte público

A ampliação de uma rede de escolas integrais da rede pública é um dos pilotos para educação para Celso Russomanno. O pré-candidato esclareceu que os estudantes precisam de dois períodos para que saiam da ociosidade, principalmente os que moram nas periferias. A ideia seria manter o aluno em um período maior na escola. “Tá aprovado no mundo todo que, 4, 5 horas de aula por dia é muito pouco”. 

Uma alternativa colocada por Russomanno para a tarifa de transporte coletivo em São Paulo, considerada como alta por ele, é a redução do valor com redistribuição de valores a partir de uma descentralização da cidade. "Do que adianta ter subprefeituras espalhadas por todos os cantos, se a cidade não é descentralizada?". A ideia seria fazer com que as pessoas precisassem se deslocassem menos para o centro e melhorar a oxigenação da cidade e do próprio meio ambiente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários