Abraham Weintraub pode estar com os dias contados no Ministério da Educação
Agência Brasil
Abraham Weintraub pode estar com os dias contados no Ministério da Educação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu a ministros e assessores próximos, nesta segunda-feira (15), sugestões de nomes para substituir o ministro da educação, Abraham Weintraub. As informações foram divulgadas pela CNN Brasil.

Leia também 


Segundo informações, o chefe do Palácio do Planalto quer um nome que agrade a família Bolsonaro e também a militância do presidente. “Ele quer alguém que anime a base tanto quanto o Abraham”, disse um auxiliar do palácio à CNN.

Você viu?

Ainda não há nenhum nome à vista para o cargo de Weintraub. Hoje, às 16 horas, o ministro da educação tem uma reunião com Bolsonaro que pode definir seu futuro à frente da pasta.

Ainda segundo a CNN, a base do presidente ficou muito incomôdada com a ida de  Abraham Weintraub às manifestações deste domingo (14), quando o ministro apareceu no meio do protesto sem máscara. A atitude rendeu, inclusive,  uma multa de R$ 2 mil ao ministro da educação.

Na avaliação da cúpula presidencial, ao criticar publicamente o STF mais uma vez, o ministro acabou dando razão para as críticas da Corte contra ele e mais munição para seus opositores aumentarem a pressão pela demissão.


Prisão do ministro?

Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de SP, as constantes acusações do ministro contra o STF já teriam minado sua confiança dentro da cúpula bolsonarista. Sua queda, portanto, segundo a coluna, pode ocorrer a qualquer momento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários