Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Além das ações que serão julgadas amanhã, existem outras seis ações sobre a chapa em andamento no TSE.

O Tribunal Superior Eleitoral  (TSE) começará a julgar amanhã (9) as ações que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro  e de seu vice, Hamilton Mourão. Primeiras ações a serem julgadas tratam sobre ataques a um grupo no Facebook que teria favorecido Bolsonaro.

Leia também:

Nessas ações, os ex-candidatos à presidência Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede) afirmam que o grupo "Mulheres Unidas contra Bolsonaro", que era formado por mais de 2,7 milhões de pessoas, foi atacado durante as eleições e teve seu conteúdo e nome alterados, passando a se chamar "Mulheres COM Bolsonaro #17". O candidato compartilhou o grupo e agradeceu ao apoio.

Em novembro do ano passado, o ministro Og Fernandes , relator do caso no TSE, votou contra o pedido feito pelos candidatos. Entretanto, o ministro Edson Fachin pediu vista do processo. O relator alegou que não existem provas sobre a autoria do ataque e que a invasão não teve a capacidade de causar ofensas ou deslegitimar as eleições .

Além dessas ações , outras seis Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) contra a chapa de Bolsonaro e Mourão estão em andamento no TSE.

    Veja Também

      Mostrar mais