Secretária Regina Duarte ao lado do presidente Jair Bolsonaro
Reprodução/Twitter
Secretária Regina Duarte ao lado do presidente Jair Bolsonaro

Um dos primeiros nomeados pela secretária nacional de Cultura do governo federal, Regina Duarte, foi exonerado do cargo nesta sexta-feira (15). A edição Extra do "Diário Oficial da União traz a exoneração de Pedro José Vilar Godoy Horta do cargo de secretário especial adjunto da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Cidadania.

A exoneração foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto e ainda não foi escolhido um substituto. Nas redes sociais, Regina Duarte ainda não comentou a decisão do governo.

STF pede para Bolsonaro ser avisado sobre ação que obriga análise de impeachment

No início de março, Regina Duarte nomeou os primeiros integrantes de sua equipe, entre eles o advogado Pedro Machado Mastrobuono, que assumiu a presidência do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), e Godoy Horta, que passou a chefiar o gabinete dela.

Na ocasião, Regina também nomeou, como secretário de Economia Criativa, o professor de gestão cultural Aldo Luiz Valentim; a chefe da Secretaria de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual , Alessandra da Silva Martins; e o chefe da Secretaria de Difusão e Infraestrutura Cultural, Caio Fagundes Kitade.

Nos bastidores a informação é de que Regiina Duarte está enfraquecida e o presidente já pensa em exoneração. 

Ministro Marcos Pontes nega informação de que será trocado por nome do centrão

O maestro Dante Mantovani, um dos nomes mais controversos da gestão de Roberto Alvim na Secretaria especial da Cultura, foi demitido pela secretária Regina Duarte em março, no mesmo dia em que ela foi empossada como secretária. Em maio, ele foi reconduzido para a presidência da Funarte. 

Após o caso Dante, em áudio divulgado pela revista Crusóe, no dia 5 de maio,  e exibido pela CNN, a secretária especial da Cultura, Regina Duarte, diz a uma assessora que acredita que está sendo dispensada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Então, assim, eles ainda estão decidindo. Está decidido. Eu não sei, não sei. Que loucura. Acho que ele está me dispensando", afirma a atriz, que assumiu a secretaria em 4 de março.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários