pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich , surpreendeu a maioria dos brasileros na manhã desta sexta-feira (15). Após discordâncias com o presidente sobre a condução do enfrentamento à pandemia, Teich - que assumiu a pasta há menos de um mês - é o segundo ministro a deixar a pasta durante a crise do Covid-19.

No Twitter, moradores de diferentes bairros de São Paulo e do Rio de Janeiro, principalmente, publicaram vídeos sobre o barulho da vizinhança, que pede o impeachment do presidente. Com a mesma reivindicação e formato, outra manifestação deve ocorrer ainda esta noite, às 20h.

Assim como no caso do ex-ministro Luis Henrique Mandetta , Nelson Teich e Bolsonaro tornaram públicas as discordâncias, principalmente, sobre as medidas de distanciamento social no país, consideradas "exageradas" pelo presidente da república. O uso da hidroxicloroquina como medicamento em casos iniciais da doença, desconsiderando a falta de evidências sobre sua ação, também é outro ponto de atrito entre ministro e presidente.

    Veja Também

      Mostrar mais