doria e bolsonaro
Marcos Corrêa/PR
Doria e Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Doria, voltou a criticar publicamente a postura do presidente Jair Bolsonaro . Em sua conta oficial no Twitter, Doria publicou: "Mais uma vez, o presidente Bolsonaro deixa de defender a saúde dos brasileiros para atacar quem está trabalhando para proteger vidas. Prefere comícios, andar de jet ski, treinar tiros e fazer churrasco. Enquanto milhares de brasileiros morrem por coronavírus"

Leia mais: Bolsonaro diz que, por ele, "quase nada" estaria fechado durante pandemia

"Acorde para a realidade, presidente Bolsonaro. Saia da bolha de ódio e comece a ser um líder. Se for capaz", completou Doria, referindo-se especificamente à declaração do presidente que voltou a criticar o isolamento social e pressionar os governadores, chegando a dizer, em videoconferência com empresários, que é preciso "jogar pesado" com os estados.

"Os senhores, com todo o respeito, têm que chamar o governador e jogar pesado. Jogar pesado, porque a questão é séria, é guerra", afirmou o presidente a respeito dos estados que endurecem as medidas de efrentamento à pandemia .

De acordo com o Ministério da Saúde, até ontem o Brasil somava 13.149 mortes relacionadas ao novo  coronavírus e 188,9 mil casos confirmados. No estado de São Paulo, o número de mortes ultrapassou 4,3 mil notificações nesta quinta-feira (14).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários