respiradores
Reprodução
respiradores

Em coletiva de imprensa transmitida na tarde desta quarta-feira (13), o governador de São Paulo, João Doria, disse que chegou a conversar por telefone com o ministro da Saúde Nelson Teich sobre a entrega de respiradores, leitos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) para auxiliar o estado no enfrentamento à pandemia.

A informação foi dada após um questionamento a respeito de possíveis atrasos no cronograma para a chegada dos equipamentos, sejam eles adquiridos pelo estado de São Paulo ou pelo Governo Federal. "Nós solicitamos 200 respiradores ao ministro Nelson Teich e ontem voltei a falar com ele ao telefone sobre a entrega, assim como outros EPI's e leitos ao estado. O ministro ainda não nos deu a posição final de entrega desses equipamentos", disse Doria.

Leia mais: Estado de São Paulo alcança 4 mil portes por Covid-19

Ainda sobre a previsão de chegada dos aparelhos, o Secretário de Governo Rodrigo Garcia afirmou que "quando você realiza uma compra pública, assina um contrato de expectativa que, caso não seja confirmada, você denuncia ou repactua".

De acordo com ele, "existem hoje três compras realizadas: uma com entregas programadas para maio, junho e julho, que já começaram a chegar da indústria nacional; outra compra da China via Estados Unidos, de 1.380 respiradores que deve chegar até a primeira semana de junho e ainda outra compra de mil respiradores chineses", diz. De acordo com ele, 2.530 respiradores foram adquiridos, os quais o estado aguarda em diferentes lotes até a primeira semana de junho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários