Prefeito Bruno Covas e o governador João Doria
Reprodução/Twitter
Prefeito Bruno Covas e o governador João Doria

Uma pesquisa feita pelo Ibope aponta que 68% dos paulistanos das classes A, B e C apoiam as ações do governador de São Paulo, João Doria (PSDB) e do prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), no combate à pandemia do Covid-19.

Os dados também apontam que 26% dos paulistanos consideram adequadas as medidas adotadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Bolsonaro confirma troca na Superintendência da PF do RJ, mas nega interferência

O índice de aprovação das ações do governador João Doria e do prefeito Bruno Covas foi igual: 68%, já a desaprovação foi de 21% e 20%, respectivamente. Os que não souberam opinar sobre os gestores do governo de São Paulo somaram 10%.

Na capital, 40% não souberam opinar à pesquisa se aprovam ou não as medidas adotadas pelos vereadores eleitos, e 34% não se sentiram capazes de avaliar as medidas tomadas pelos deputados estaduais.

Questionadas sobre como avaliam as ações dos representantes da sociedade no enfrentamento à pandemia, 26% responderam que estão de acordo com a postura de Bolsonaro.

Lockdown em São Luís para conter a Covid-19 começa hoje; saiba mais

Entre todos os entrevistados, 17% não souberam responder e 57% consideram as medidas inadequadas para o momento. Já 71% apoiaram as medidas do ministro da Saúde: Henrique Mandetta foi demitido um dia antes do início da pesquisa, e Nelson Teich assumiu o cargo.

Apenas 1% disse não se preocupar com os efeitos da pandemia para o Brasil, e o maior receio da população de São Paulo é sobre a economia (49%) e com a possibilidade de aumento da desigualdade social (36%).

O levantamento “Viver em São Paulo - Especial Pandemia” foi realizado a pedido da Rede Nossa São Paulo, entre os dias 17 e 26 de abril, com 800 internautas de 16 anos ou mais das classes A, B e C. A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais.

    Veja Também

      Mostrar mais