Ex-ministro da Justiça Sérgio Moro
Agência Brasil
Moro pediu demissão após exoneração de Maurício Valeixo da Polícia Federal

O ex-ministro da Justiça e Segurança Sergio Moro participou de uma despedida interna com sua equipe nesta sexta-feira (24) após pedir demissão da pasta e disse que "virão ataques", pedindo para que os funcionários fiquem preparados. A informação é do Painel, da Folha de S. Paulo .

Moro deixou o cargo após o presidente Jair Bolsonaro exonerar o agora ex-diretor da Polícia Federal Maurício Valeixo , indicado pelo ex-ministro chefiar a organização.

Leia também: No Whatsapp, Moro teria provas dos crimes que atribui a Bolsonaro

A exoneração foi confirmada no Diário Oficial da União desta sexta em um ato assinado pelo próprio presidente e Moro. Segundo o ex-ministro, porém, ele nem ficou sabendo da exoneração e, por conta disso, não soube que Valeixo seria demitido.

Apesar do alerta de ataques dado por Moro, ele não deu mais informações sobre de onde ou de quem eles podem vir. Para o ex-ministro, pessoas vão tentar de alguma maneira apontar problemas nos feitos do ministério.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários