moro
Marcos Corrêa/PR
Sérgio Moro pediu demissão na manhã desta sexta-feira (24)

Após o anúncio oficial da saída do ex-juiz federal Sergio Moro do cargo de Ministro da Justiça e Segurança Públiaca da gestão Bolsonaro, cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília registraram panelaços na manhã desta sexta-feira (24).

Leia também: Moro pede demissão e diz que indicações políticas não são aceitáveis

Em meio a quarentenda do novo coronavírus , a Covid-19 , pessoas gritaram das varandas discursos dividos entre o impeachment do presidente Jair Bolsonaro e também palavras contra e a favor de Moro . Em Copacabana, o agora ex-Ministro da Justiça foi chamado de comunista durante o pronunciamento da demissão.

Em São Paulo, bairros como Santa Efigênia, Higienópolis, Consolação, Pompeia, Vila Madalena e Barra Funda, localizados na capital paulista, realizaram o panelaço durante o discurso de Moro . Já no Rio de Janeiro era possível ouvir panelas nos bairros de Copacabana e no Jadim Botânico.



Os protestos também incluíram gritos como "fascista", se referindo à Bolsonaro .




    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários