Moro arrow-options
Carolina Antunes/PR
Sergio Moro criticou tentativas de interferência política do presidente Jair Bolsonaro

Durante o pronunciamento no qual anunciou sua demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública , Sergio Moro destacou a autonomia da Polícia Federal (PF) durante os governos do PT . Segundo o agora ex-ministro, o presidente Jair Bolsonaro estaria tentando interferir nas investigações.

Leia também: Moro pede demissão e diz que indicações políticas não são aceitáveis

"Foi garantida a autonomia da Polícia Federal durante esses trabalhos de investigação, é certo que o governo na época tinha inúmeros defeitos, aqueles crimes gigantescos de corrupção. Mas foi fundamental a manutenção da autonomia da PF para que se pudesse realizar esse trabalho", afirmou Moro durante o pronunciamento.

A demissão de Moro era esperada após anúncio da exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, indicado para cargo como nome de confiança do ministro. O motivo da demissão seria maior necessidade de controle do governo na PF.

    Veja Também

      Mostrar mais