Governador de São Paulo%2C João Dória
Agência Brasil
Governador de São Paulo, João Dória

Um grupo de deputados paulistas do PSL vão protocolar nesta quarta-feira (22) um pedido de impeachment contra o governador João Doria (PSDB) na Assembleia Legislativa de São Paulo. A informação é colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo .

O documento é assinado pelos parlamentares Gil Diniz, Douglas Garcia, Major Mecca, Frederico D'Ávila e Valéria Bolsonaro e elenca 19 pontos que eles acreditam que o tucano cometeu crime de responsabilidade.

Leia também: São Paulo atinge 1.093 mortes por Covid-19 e 15,3 mil casos

Ainda de acordo com os deputados, Doria cometeu "ilegalidades, imoralidades e condutas pouco republicanas". Umas das acusações é a de que o governador quebrou o decoro do cargo ao pedir a transferência de um helicóptero da Polícia Militar para uso do Palácio dos Bandeirantes. À época ele acabou desistindo após ser questionado.

O pedido de impedimento também cita o monitoramento da população do estado de São Paulo por meio de parceria com empresas de telefonia. Essa está sendo a estratégia usada pelo governo estadual para avaliar se a população esta cumprindo o isolamento social.

Leia também: Isolamento em São Paulo cai para 51%; só sete cidades cumprem meta de 70%

Por fim, o texto ainda aponta a "montagem de hospital temporário de campanha com valor abusivo e desarrazoado". A observação se refere aos leitos de campanha erguidos no complexo esportivo Constâncio Vaz Guimarães por R$ 42 milhões.

    Leia tudo sobre: impeachment

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários