Agência Brasil

Davi Alcolumbre rindo muito
Pedro França/ Agência Senado
Davi Alcolumbre reforçou necessidade do isolamento social

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, está curado do novo coronavírus e voltará às atividades. Segundo a assessoria de imprensa da presidência do Senado, Alcolumbre fez novos testes após passar 15 dias em recuperação, todos com resultado negativo para Covid-19.

Leia também: Governadores mandam carta a Bolsonaro com pedidos para evitar colapso econômico

Ao mesmo tempo que volta ao trabalho, Alcolumbre reforça a necessidade do isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “O senador reforça a necessidade de isolamento social e a prática de medidas de prevenção à doença. O Parlamento não vai parar, continuará funcionando e fazendo a sua parte”, diz a nota.

Alcolumbre reassume a presidência da Casa, que vinha sendo exercida por Antonio Anastasia (PSD-MG). Anastasia tem conduzido as sessões remotas do Senado, votando temas considerados de urgência para o combate ao novo coronavírus.

A nota da assessoria de Alcolumbre destacou o trabalho do vice-presidente da Casa, “que de forma exemplar conduziu os trabalhos do Senado, e aos senadores e senadoras que permitiram o funcionamento da Casa mesmo neste momento difícil que o país enfrenta”.

Leia também: Covid-19: Maia vê falta de ação do governo para financiar hospitais médios

Os senadores votam ainda hoje o Projeto de Lei do Congresso Nacional 2 (PLN 2), encaminhado pelo governo federal, e que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 para regulamentar a execução de emendas parlamentares obrigatórias individuais e de bancada estadual. A votação vale para a sessão do Congresso Nacional, iniciada hoje (2) pelas votações dos deputados. Em virtude do isolamento social e das sessões ocorrerem remotamente nas duas casas, não é possível a realização de sessão conjunta no plenário da Câmara.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários