Bolsonaro usando celular
Reprodução
Posts de Bolsonaro foram excluídos foram conter "desinformação"

Depois do Twitter apagar uma publicação do presidente Jair Bolsonaro , o Facebook e o Instagram também excluíram posts com vídeos nos quais o presidente aparece fazendo um passeio pelas ruas do Distrito Federal no último final de semana. Segundo as redes sociais, as publicações foram apagadas porque Bolsonaro cria "desinformação".

Durante esse passeio, Bolsonaro contrariou as recomendações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS) de evitar aglomerações de pessoas contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

"Removemos conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas", disse o Instagram por meio de nota. A empresa é controlada pelo Facebook.

Leia também: Sem citar nomes, Witzel condena passeio de Bolsonaro que levou a aglomerações

No domingo, dois posts de Bolsonaro também foram excluídos com o argumento de "que as postagens violavam as regras de uso ao potencialmente colocar as pessoas em maior risco de transmitir o novo coronavírus".

Após apagar os tuítes, a rede social disse que "anunciou recentemente em todo o mundo a expansão de suas regras para abranger conteúdos que forem eventualmente contra informações de saúde pública orientadas por fontes oficiais e possam colocar as pessoas em maior risco de transmitir Covid-19".


    Leia tudo sobre: Facebook Instagram

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários