Apresentador José Luiz Datena
Marcos Corrêa/PR
Datena é tido como um dos pré-candidatos para a Prefeitura de São Paulo

O apresentador de TV José Luiz Datena (MDB) disse que o presidente Jair Bolsonaro deu "péssimo exemplo" e ficou "perplexo" ao saber que ele participou da manifestação do último domingo (15) em Brasília. O protesto teve como principais alvos o presidente da Câmara, Rodrigo Maia , e do Senado, Davi Alcolumbre , além do Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar da presença de Bolsonaro, a recomendação do Ministério da Saúde era que aglomerações fossem evitadas por conta do novo coronavírus .

"Estou perplexo, até porque ele tem ainda testes para fazer [do novo coronavírus]. Ele está se colocando em risco, contrariou norma médica. É um péssimo exemplo contrariar ordem médica no meio de um surto", afirmou o apresentador à coluna Painel, da Folha de S. Paulo . Datena é um dos cotados para candidato a prefeito ou vice-prefeito de São Paulo nas eleições de outubro deste ano.

Dias antes do ato, Bolsonaro fez exames para verificar se ele estava contaminado, mas o testes deram negativos. Mesmo assim, ele ainda deve passar por novos exames.

Leia também: Datena é sinal de "recuperação" do partido, diz presidente do MDB

O presidente chegou à manifestação de carro e saiu do veículo para falar com seus apoiadores. Em alguns momentos, ele chegou a aproximar o rosto para posar para fotos com populares e pegou vários celulares para tirar selfies.

Segundo Datena, a decisão de Bolosonaro de desencorajar o ato nos primeiros dias dias foi elogiável, mas ele disse que ficou chocado ao notar a mudança de comportamento.

"Não era hora de ter manifestação. Não sou contra, sou favorável a qualquer tipo de manifestação, de qualquer teor ideológico. Mas não no meio de uma pandemia. Ele tinha tomado uma posição sensata. Se os caras quiseram ir, tudo bem, mas ele sair e abraçar as pessoas... Não esperava isso, não. Quase caí da cadeira", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários