Paulo Skaf
Divulgação/Paulo Skaf
Paulo Skaf

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, comunicou, nesta terça-feira (10), às lideranças de seu partido, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), que está com um pé fora da sigla, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Nas eleições de 2018, Skaf disputou a eleição para governador de São Paulo pela legenda, mas ficou em terceiro lugar. 

Leia também: Nome de Skaf é rejeitado para o comando do Aliança pelo Brasil em São Paulo

Skaf, que já demonstrou  apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), deve sair do MDB e ir para a Aliança pelo Brasil, novo partido do presidente da República que está em fase criação. Em fevereiro deste ano, o presidente da Fiesp tentou assumir o comando da legenda no estado de São Paulo. Mas teve seu nome rejeitado por apoiadores de Bolsonaro que haviam se afastado do PSL.

Não se sabe ao certo se a  Aliança pelo Brasil será criada a tempo para disputar as eleições municipais deste ano. Para ser oficializado, é necessário que o partido colete assinaturas de 491,9 mil eleitores. Até a última quinta-feira (5) havia 6.605 assinaturas aprovadas . Contudo, a sigla iniciou a busca por um candidato à Prefeitura de São Paulo. Não há informações oficiais se Skaf irá concorrer. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários