Ministro da Educação, Abraham Weintraub
Alan Santos/PR
Ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ministro da Educação Abrahan Weintraub publicou em seu Twitter nesta quinta-feira (5) que "Paulo Freire e kit gay não têm vez no MEC" sobre sua gestão a frente do ministério. 

Leia também:Weintraub volta a criticar imprensa e usa termo "jornalismo prostituído"

O pensador Paulo Freire (1921-1997) é conhecido como patrono da educação brasileira. Desde que assumiu seu cargo no MEC , Weintraub tem realizado diversos discursos contra a corrente de pensamento do educador. Bolsonaro é outro que também ataca Freire corriqueiramente. Em dezembro de 2019, o presidente chegou a chamá-lo de “energúmeno”.

A luta contra o kit gay é outra bandeira de Bolsonaro que foi adotada por Weintraub . Apesar de nunca ter sido provado, desde antes de ser eleito, o presidente defende que as escolas de educação infantil estariam educando crianças para a homosexualidade. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários