Antonio Anastasia
Jefferson Rudy/Agência Senado
Antonio Anastasia deixou o PSDB para ir ao PSD

O senador mineiro Antonio Anastasia se filiou, nessa quarta-feira (12), ao PSD, partido do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. Em sua filiação, o ex-governador de Minas Gerais disse que a prioridade do partido em 2020 é a reeleição do prefeito da capital do estado.

Antonio Anastasia e Alexandre Kalil têm relação pessoal próxima e antiga. Ainda como presidente do Atlético Mineiro, Kalil foi garoto propaganda de Anastasia para o governo de Minas, em 2010, eleição capitaneada por Aécio Neves, então governador e candidato ao Senado. Na ocasião, Anastasia foi eleito governador com o apoio de ambos e Neves se elegeu senador.

Leia também: Chuvas: Em alerta para as próximas 48h, Minas Gerais tem 60ª morte confirmada

Em 2016, Anastasia tentou costurar um apoio do PSDB a Alexandre Kalil. À época, Kalil, Anastasia e Aécio chegaram a se reunir em Brasília para tratar do assunto.

Sem a efetivação da aliança, Alexandre Kalil foi eleito prefeito de Belo Horizonte, vencendo o deputado estadual João Leite, do PSDB, então partido de Anastasia. Tucanos de Minas Gerais acusaram Anastasia de fazer "corpo mole" para favorecer o amigo. Anastasia chegou a viajar para a Europa no segundo turno.

A eleição foi marcada por ataques pessoais de Kalil a Aécio Neves e ao PSDB. Mas, apesar do clima tenso da campanha, Anastasia funcionou como algodão na relação entre os dois, servindo de ponte entre eles.

Leia também: Tribunal mantém condenação de Eduardo Azeredo por mensalão tucano

Às vésperas da eleição municipal, a ida de Anastasia pavimenta um caminho dos tucanos com o prefeito de Belo Horizonte, mesmo que de forma discreta. O PSDB não conta com um nome forte para a eleição na cidade. E Kalil espera levar, com o apoio do senador, os votos do antigo campo político de Aécio e Anastasia.

    Veja Também

      Mostrar mais