Ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil
Sidney Lins Jr.
Ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil

O presidente Jair Bolsonaro convidou o general Braga Netto para assumir o comando da Casa Civil, nesta quarta-feira (12). Contudo, o atual chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni afirmou não ter sido informado de que deixaria o cargo. "Não, ninguém falou isso",  declarou o ministro, no início da tarde desta quarta.

Leia também: Nova mudança: Bolsonaro deve demitir Osmar Terra e deslocar Onyx para o cargo

Na saída do seminário de abertura do ano legislativa, onde proferiu palestra sobre as perspectivas em relação à agenda do Congresso e do governo brasileiro em 2020,  Onyx Lorenzoni foi questionado sobre a eventual troca ministerial e desconversou. Até o momento, sua agenda oficial está cheia, com nove compromissos nesta quarta-feira (12).  No início da manhã, Onyx se sentou ao lado direito de Bolsonaro durante café da manhã com a bancada da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), no Planalto. 

Na mesma entrevista coletiva após o seminário, o ministro da Casa Civil disse que o presidente está refletindo sobre a reforma administrativa e defendeu que o tempo dele para decidir seja respeitado, seja um, dois, três ou quatro meses. Em seguida, reiterou que nem ele, nem os ministros e nem Bolsonaro têm "fome de poder", e sim de servir o Brasil. "E, por fim, o presidente Bolsonaro é meu líder. O que ele decidir, eu cumpro", concluiu Onyx .

    Veja Também

      Mostrar mais