Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde
Agência Brasil
Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde

Governadores pediram, nesta quinta-feira (6), que o Ministério da Saúde faça um repasse extraordinário para cuidar de pacientes que contraiam o coronavírus em estados brasileiros. As informações são da Folha de S.Paulo .

Leia também: Decreto de Bolsonaro exclui sociedade civil do Fundo Nacional do Meio Ambiente

Os governadores se reuniram em Brasília nesta quarta-feira e usaram como exemplo o surto de H1N1 em 2009, quando o governo federal disponibilizou R$ 600 milhões. A ideia agora é que a União repasse a verba de acordo com o tamanho da população de cada estado. Sendo assim, São Paulo receberia a maior parte dos recursos. 

Caso a proposta seja aceita pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o governo enviaria R$ 1 por habitante para a compra de equipamentos e R$ 2 para compra de medicamentos e reforço da equipe médica. 

De acordo com a pasta da Saúde, o Brasil tem 9 casos suspeitos de coronavírus até o momento. Um em Minas Gerais, um no Rio, um em Santa Catarina, três no Rio Grande do Sul e três em São Paulo. 

    Veja Também

      Mostrar mais