Lula
Gibran Mendes / CUT Paraná
Ex-presidente passou a receber valor mensal do partido neste ano

Alvo de investigação da Operação Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve os bens bloqueados pela Justiça e, desde que deixou a prisão, sobrevive com R$ 6 mil que recebe de aposentadoria como anistiado político. Tal situação será modificada a partir de agora: o PT começou a pagar um salário ao seu principal líder.

Leia também: Bolsonaro critica José de Abreu: "está massacrando Regina Duarte"

Segundo informações do Jornal O Globo, o valor exato da remuneração dada pelo partido a Lula não foi revelado pela direção da sigla. Porém, especula-se que o valor será equivalente ao de outros dirigentes da sigla que não tem mandato parlamentar. Caso o valor se mantenha igual ao de 2019, será de aproximadamente R$ 20 mil.

Ainda de acordo com a publicação, o partido seguirá bancando as viagens do ex-presidente para atividades políticas dentro e fora do Brasil. Neste final de semana, Lula deve comparecer ao evento de celebração dos 40 anos do partido no Rio de Janeiro. Na semana seguinte, irá à Europa para uma audiência com o Papa Francisco.

Esta, inclusive, não é a primeira vez que ele recebe salário do PT. Antes de ser eleito presidente da República em 2002, Lula era remunerado pelo partido com direito a carteira de trabalho assinada.

Leia também: Após abertura de inquérito, Bolsonaro defende chefe da Secom: "Não é criminoso"

Em discurso na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, no dia 9 de novembro, após ser solto depois de 580 dias na prisão, Lula se queixou de sua situação financeira: "se me virarem com a bunda pra baixo não vai cair uma moeda do meu bolso".

    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

      Mostrar mais