Deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP)
Claudio Reis / FramePhoto / Agência O Globo - 2.7.19
Deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP)

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) afirmou, nesta segunda-feira (3), que o País não vai suportar outros 11 meses "nesse ritmo" e citou problemas do governo Bolsonaro. 

Leia também:  Líder da oposição pede que Weintraub e Wajngarten sejam convocados na Câmara

Em sua conta do Twitter, Tabata citou as crises no Ministério da Educação, como os erros no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no ProUni, além de problemas com o Bolsa Família e a Previdência. 

"O ano mal começou e já tivemos #ErroNoEnem, #FilaDoBolsa, #ErroNoSisu, #SuspensãoDoProuni, #CrechesParadas, #AtrasoNaPrevidência, #DemissãoNoMEC, e tantos outros problemas. O Brasil não vai suportar outros 11 meses neste ritmo", escreveu a parlamentar em sua conta do Twitter. 



A deputada afirmou ainda que os erros não são pontuais, mas sim, de gestão. Na semana passada, Tabata também protocolou um requerimento na Câmara para que o ministro da Educação , Abraham Weintraub, seja convocado para prestar esclarecimentos sobre o Enem. "Precisamos de respostas sobre o que de fato ocorreu e garantias de que nenhum aluno será prejudicado", argumentou. 


    Veja Também

      Mostrar mais