Santini usou avião da FAB para fazer viagem
Rosinei Coutinho / STF
Santini usou avião da FAB para fazer viagem

O ex-secretário-executivo da Casa Civil José Vicente Santini , exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro por usar um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir à Índia , ganhou um novo cargo no órgão. A nomeação de Santini para a assessoria especial foi publicada nesta quarta-feira (29) em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

A recondução de Santini para o novo cargo ocorreu após pedido dos filhos de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e com o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ). Amigo de infância de Santini, Eduardo pediu para que o funcionário fosse mantido em outro cargo dentro do governo.

Santini foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro na terça-feira após usar um jato da FAB (Força Aérea Brasileira) para uma viagem para a Índia. Bolsonaro considerou “inadmissível” o uso da aeronave em um voo para três servidores.

Leia também: Congresso arquivou propostas que regram voos da FAB

"O que ele fez não é ilegal, mas é completamente imoral. Ministros antigos foram de avião comercial, classe econômica. Eu mesmo já viajei no passado, não era presidente, para a Ásia toda de classe econômica", lembrou Bolsonaro no Palácio do Alvorada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários