Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo arrow-options
Wellington Souza / FramePhoto / Agência O Globo
Haddad tem recusado convites para disputar novas eleições

A cúpula do PT se reuniu nesta terça-feira (28) com seus sete pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo e todos eles admitiram que abrem mão da disputa se o ex-prefeito da capital paulista Fernando Haddad confirmar quer disputar as eleições municipais. O encontro contou com a presença do ex-presidente Lula e a conclusão foi que o nome Haddad foi o único que teve o consenso de todos os presentes.

Desde que vem sendo sondado para disputar as eleições neste ano, Haddad tem recusado os convites feitos pelo partido. Ele ocupou a Prefeitura entre os anos de 2013 e 2016 e perdeu a disputa pela reeleição para João Doria (PSDB). Em 2018, ele também participou da corrida presidencial e foi para o segundo turno com Jair Bolsonaro, mas acabou derrotado.

Leia também: Por respeito a Haddad, Lula nega que Flávio Dino vá voltar ao PT

Alguns petistas já demonstravam intenção de concorrer à vaga, entre eles o vereador Eduardo Suplicy, o ex-secretário estadual Jilmar Tatoo e os deputados Paulo Teixeira, Carlos Zarattini e Alexandre Padilha.

A pressão interna sobre o ex-prefeito, no entanto, deve continuar. No final desta semana, o Diretório Estadual do PT de São Paulo vai se reunir para discutir as eleições municipais e dirigentes avaliam que vão surgir novos apelos para que Haddad mude de ideia.

Leia também: Lula quer formar chapa do PT com Haddad e Marta para São Paulo

“PT unido na defesa de seu legado para a cidade de São Paulo. Debates dos pré-candidatos serão usados para mostrar o que o partido fez, em três gestões, pela maior capital do país”, afirmou a líder nacional do PT, Gleisi Hoffmann, no Twitter.

    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

      Mostrar mais