sergio moro arrow-options
Agência O Globo / Zimel
O Ministro da Justiça e Segurança Publica, Sergio Moro, participa do programa Roda Viva da TV Cultura em São Paulo (SP), nesta segunda-feira (20)

O ministro da Justiça, Sergio Moro,  saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite desta segunda-feira (20) durante a entrevista no Roda Viva, da TV Cultura. O presidente chegou a mandar jornalistas calarem a boca durante alguns episódios, além de ter questionado a sexualidade de profissionais da imprensa durante o exercício da profissão. 

Leia mais: "Um monte de bobajarada", diz Sérgio Moro sobre a Vaza Jato

"Nas eleições, um grupo disse que iria controlar a imprensa e o judiciário. Por outro lado, o presidente está dando grande liberdade para a imprensa. Não vim aqui para falar do presidente. Ele tem sido criticado e às vezes reage".

Para evitar mais comentários sobre Bolsonaro , o ministro focou na sua atuação. "Eu tô dentro do Ministério. Falo com meus subordinados".

Na versão de Moro , durante as eleições um grupo queria regular a imprensa e, do outro lado, havia o presidente dando 'ampla liberdade' para a imprensa realizar o trabalho. "Não se vê qualquer iniciativa do presidente para cercear a imprensa", reforçou.


    Veja Também

      Mostrar mais