Tamanho do texto

"Ninguém mais do que eu sou atacado na internet, não é por isso que vou querer achar que tem que criminalizar”, disse o presidente neste domingo

Agência Brasil

Bolsonaro arrow-options
Jornal de Brasília
Bolsonaro afirmou que busca a liberdade de imprensa e, por isso, não concorda com a criminalização


Leia também: "Churrasco não, a carne tá cara", brinca Bolsonaro em conversa com jornalistas

O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (15) que vai vetar o artigo que triplica a pena para crimes de injúria cometidos pela internet. A medida está prevista no projeto de lei anticrime, aprovado na semana passada pelo Congresso Nacional.

“Vou vetar aquele artigo que fala em triplicar a pena para crimes na internet, de injúria, calúnia, difamação. Internet é território livre. Eu quero a liberdade de imprensa. Ninguém mais do que eu sou atacado na internet, não é por isso que vou querer achar que tem que criminalizar”, disse, ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã deste domingo.

Segundo o presidente, outros possíveis vetos serão discutidos com os ministros do governo.

Leia também: Bolsonaro nega mudanças em ministérios e elogia trabalho de Weintraub

Bolsonaro passa o fim de semana em Brasília, sem compromissos oficiais previstos para hoje. No final da manhã, ele deixou a residência oficial para participar de um almoço no Clube do Exército, em Brasília.