Tamanho do texto

Sinais estariam trazendo preocupação, mas segundo avaliação médica, não seria 'nada demais'; em junho ele já passou por consulta dermatológica

Bolsonaro arrow-options
Presidência da República
Suspeita de câncer de pele estaria gerando preocupação

O presidente Jair Bolsonaro passou, na tarde desta quarta-feira (11), por um procedimento dermatológico no Hospital da Força Aérea. De acordo com ele, está sendo investigado um possível câncer de pele. Foi realizada uma cauterização de sinais na região próxima à orelha. Os sinais estariam trazendo preocupação, mas, segundo avaliação médica, não seriam “nada demais”, relatou um integrante do governo.

Bolsonaro deixou o Palácio do Planalto às 16h10 rumo ao Hospital da Base Aérea. Em junho, o presidente já havia passado por consulta com dermatologista no mesmo hospital. A Secretaria de Comunicação informou a ida ao médico se tratava apenas de uma consulta de rotina. Bolsonaro deixou o hospital às 17h25 e seguiu para o Palácio do Alvorada. Lá, comentou a possibilidade do câncer de pele.

"Tenho pele clara, pesquei muito na minha vida, fiz muita atividade. Então, a possibilidade de câncer de pele existe", disse Bolsonaro.

Leia também: Pedido de auditoria de gastos de Bolsonaro está parado há dois meses

Questionado se estava bem, Bolsonaro afirmou, em tom de brincadeira, que o vice-presidente Hamilton Mourão continua no cargo. "Por enquanto, o Mourão continua vice, pode ter certeza."

O presidente tinha uma viagem marcada nesta quarta para Salvador, onde visitaria as obras do aeroporto. Questionado por que a viagem foi cancelada, Bolsonaro disse que foi por "questão de estafa".