Maia
Aloisio Mauricio/Agência O Globo
Maia explica que PSL deveria tentar resolver sua crise por meio de diálogo.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou que crises como a do PSL acontecem em todos os partidos, mas como a sigla é “o partido das redes sociais”, ganha mais repercussão.“É uma briga bem explícita. Todo mundo nu e se matando ”, declarou nesta segunda (9), ao O Globo .

Leia também: Marcelo Odebrecht diz que Lula pediu projeto da empresa em Cuba

Segundo Maia, essa é uma briga por poder, tempo de TV e fundo partidário. Mas para ele, a forma como o PSL está lidando com a situação não é o caminho certo. O presidente da câmara afirma que seria melhor resolver a crise por meio de diálogo.

Maia explicou que sua relação com o presidente Jair Bolsonaro é de respeito. No entanto, também afirmou que o governo dele se concentra nos "nichos que formaram a base inicial", da campanha à presidência em 2018.

Leia também: Cão com rabo na testa e uma girafa cinza: acredite, isso não é mutação

Em relação às eleições de 2022 , Maia afirma que para um político de centro consiga ter destaque é necessário que ele tenha posições claras. Ele explicou que apoiaria um candidato "um pouco mais à esquerda", mencionando Ciro Gomes (PDT) como uma opção. Para ele, Ciro é um político com palavras.


    Veja Também

      Mostrar mais