Tamanho do texto

Decisão da presidente da CCJ da Casa, Simone Tebet, ocorreu quase uma hora depois de ela receber um manifesto assinado por 43 senadores

Sergio Moro e Simone Tebet arrow-options
Marcos Oliveira/Agência Senado
Sergio Moro e Simone Tebet (MDB-MS), presidente da CCJ do Senado que pautou votação sobre 2ª instância para próxima senana

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), anunciou no início da tarde desta quarta-feira (4) que pautou a votação do projeto de lei que institui a prisão após condenação em segunda instância como primeiro item da próxima reunião do colegiado, na próxima terça.

Leia também: 'Quanto antes, melhor', diz Moro sobre aprovar 2ª instância no Congresso

A decisão sobre segunda instância ocorreu quase uma hora depois de ela receber um manifesto assinado por 43 senadores, maioria absoluta dos integrantes da Casa.

O anúncio foi feito na audiência pública da CCJ com a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que defende a prisão após condenação em segunda instância .