Tamanho do texto

Tribunal Superior Eleitoral aprovou o uso de assinaturas eletrônicas para a criação de um novo partido, bandeira defendida por Bolsonaro

IstoÉ

Placa do novo partido de Bolsonaro arrow-options
Reprodução/Twitter
Partido de Bolsonaro vai se chamar Aliança pelo Brasil

Após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberar por 4 a 3 na noite da última terça-feira (3) o uso de assinaturas eletrônicas para criação de novos partidos políticos, a sigla “ Aliança pelo Brasil ”, criada pelo presidente Jair Bolsonaro, vai ser registrada em um cartório de Brasília. As informações são da colunista Bela Megale, do jornal O Globo .

Leia também: Bolsonaro fala em coletar assinaturas e formar partido "em menos de um mês"

Com esta decisão, o partido vai ganhar um CNPJ e terá o prazo de 100 dias para informar o TSE da decisão. Para concretizar a criação, o partido terá que colher 492 mil assinaturas em até dois anos. Segundo o advogado Admar Gonzaga, secretário-geral do partido de Bolsonaro , a coleta de assinaturas físicas terá início semana que vem. As assinaturas digitais só serão recolhidas após o estabelecimento de regras sobre o tema.