Tamanho do texto

União surge como uma possível alternativa da esquerda na capital paulista, uma vez que candidato petista Fernando Haddad tem negado candidatura

erundina e boulos arrow-options
reprodução / Twitter
A deputada Erundina direcionou elogios recentes a Boulos, afirmando que ele é “capaz, inteligente e ousado".

O Partido Socialismo e Liberdade ( PSOL ) estuda criar uma chapa composta por Guilherme Boulos , tendo como vice a deputada Luiza Erundina para concorrer às eleições da Prefeitura de São Paulo em 2020, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo. 

A união surge como uma possível alternativa da esquerda na capital paulista, levando em consideração que o candidato petista Fernando Haddad tem negado a possibilidade de concorrer.

Leia mais: Governo de São Paulo vai pagar advogado para policiais que matarem em serviço

Ainda de acordo com a coluna publicada nesta quarta-feira (27), essa também é uma estratégia do PSOL para contornar a resistência do ex-presidenciável Boulos de concorrer ao pleito. 

A deputada Erundina direcionou elogios recentes a Boulos, afirmando que ele é “capaz, inteligente, jovem, idealista e ousado”, de acordo com a Revista Fórum. Líderes como o deputado Ivan Valente tentaram convencer Boulos a concorrer, mas ele resiste.