Marlon Santos
ALRS/Divulgação
Marlon Santos viaja mensalmente para a fronteira entre Brasil e Uruguai para comprar a substância.

Deputado federal  Marlon Santos  (PDT-RS) disse, nesta quarta (20), que viaja mensalmente ao Uruguai para importar ilegalmente canabidiol para o Brasil. O parlamentar afirma que a substância retirada da maconha é entregue a pacientes médicos que não têm condições financeiras de importar o canabidiol legalmente. 

Leia também: Aliança pelo Brasil: O que pode acontecer com o partido de Bolsonaro

A revelação ocorreu durante audiência pública da Comissão de Agricultura da Câmara, que estava discutindo o uso medicinal da Cannabis sativa , conhecida popularmente como maconha. Ele explicou que utiliza a imunidade parlamentar para não ser barrado ou punido pela importação ilegal.

“Vou todo mês no Uruguai comprar canabidiol escondido para duas pessoas que, até então, com indicação médica, não conseguiam ter acesso, porque, para transportar para o Brasil, é R$ 9 mil que uma transportadora cobra. Três vidrinhos de canabidiol . Então eu vou a Rivera [cidade uruguaia na fronteira brasileira], pego ilegalmente o canabidiol e trago comigo”, relatou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários