Nas imagens, Emerson Lobato aparece em praia ao lado de servidora de uma escola
Reprodução/Youtube
Nas imagens, Emerson Lobato aparece em praia ao lado de servidora de uma escola

Um vídeo gravado em uma praia do Pará, em que um vereador aparece ao lado de uma mulher, revoltou a população. Nas imagens, Emerson Lobato (PRTB), da cidade de Portel, uma das mais pobres do estado, diz que vai trocar um mês de serviço pela praia e que não levará nenhuma falta porque é o líder do governo na Câmara.

Leia também: Com ciúmes, mãe mata os três filhos sufocados para ter a atenção do marido

As imagens, compartilhadas nas redes sociais, mostram Lobato e uma servidora de uma escola em uma moto, no caminho para a praia da Chácara, em Porto de Moz, no Arquipélago de Marajó. Depois, já com 'pé na areia', ele solta a polêmica frase sobre o mês de férias no local.

A divulgação do vídeo fez com que integrantes da câmara criticassem a atitude do vereador. Segundo o G1, Walber da Silva, o Paixão (PDT), revelou que Lobato está há duas semanas sem comparecer às sessões e que uma comissão deve ser instalada para investigar o caso.

Você viu?

"Era brincadeira"

Após a repercussão negativa, Lobato publicou um novo vídeo para se retratar e explicar o ocorrido. Segundo ele, tudo não passou de uma brincadeira em um grupo da família e que as imagens foram tiradas do contexto original.

 “O vídeo está totalmente fora de contexto pois não foi gravado com algum teor ofensivo ou vexatório, foi apenas uma brincadeira enviado em um grupo de amigos em um aplicativo de mensagem instantânea, porém direcionado a minha cunhada, apenas”, alega.

Leia também: Suposta ligação de Carlos com morte de Marielle gera hashtag #TicTacCarluxo

Ele ressaltou ainda que estava no local para comemorar os 129 anos do município e que vários políticos da região estavam presentes. Além disso, finalizou esclarecendo que o motivo original da viagem era fazer uma visita para sua mãe, que está "passando por um momento crítico de saúde": "jamais passaria um mês fora das funções políticas. Gostaria novamente de me desculpar pelo mal entendido".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários