Tamanho do texto

Filho do presidente comentou invasão de grupo pró Juan Guaidó a embaixada da Venezuela em Brasília na manhã desta quarta-feira

Guilherme Boulos arrow-options
Divulgação
Guilherme Boulos

O ex-candidato à Presidência Guilherme Boulos (PSOL) respondeu a uma publicação do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) nesta quarta-feira (13), acusando-o de querer "ajudar a roubar" a embaixada da Venezuela em Brasília. O local foi  invadido nesta manhã

"O rapaz ficou tão frustrado de não ganhar uma embaixada que quer ajudar a roubar a dos outros", escreveu Boulos no Twitter. Eduardo havia criticado o fato de a embaixadora Maria Teresa Belandria, indicada pelo autoproclamado presidente Juan Guaidó , não estar presente na embaixada no momento da invasão. 

Leia também: Senado aprova acordo sobre uso da base espacial de Alcântara pelos EUA

"Nunca entendia essa situação. Se o Brasil reconhece Guaidó como presidente da Venezuela por que a embaixadora Maria Teresa Belandria, indicada por ele, não estava fisicamente na embaixada? Ao que parece agora está sendo feito o certo, o justo", escreveu Eduardo Bolsonaro



embaixada da Venezuela em Brasília foi invadida na manhã desta quarta-feira por um grupo de cerca de 30 pessoas que apoiam Guaidó. A Polícia Militar foi acionada e, quando chegou ao local, já encontrou um grupo de pessoas que estava do lado de fora e que apoiam o corpo diplomático. A PM, no entanto, não pôde entrar para retirar os invasores, pois se trata de um território estrangeiro e não é permitida sua atuação no prédio.