manifestação
Reprodução/Twitter
Manifestantes jogaram pedras em ministros do STF

Um vídeo em que manifestantes jogam pedras e tomates em imagens de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) repercutiu nas redes sociais neste fim de semana. As imagens foram feitas durante um ato a favor da prisão após a segunda instância e contra Lula, em Curitiba. 

Leia também: CCJ pode votar hoje PEC da prisão em segunda instância

No vídeo, manifestantes aparecem gritando "a nossa bandeira jamais será vermelha" e "Lula, ladrão, seu lugar é na prisão", enquanto atiram pedras em uma placa com os rostos dos ministros Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Marco Aurelio Mello e Dias Toffoli. Todos eles votaram contra a prisão após a segunda instância. 



O ato em protesto a decisão do STF também ocorreu em São Paulo , neste sábado (9). Chegaram a participar da manifestação a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) e também Guiga Peixoto (PSL-SP), General Peternelli (PSL-SP) e Adriana Ventura (Novo-SP). Também presente, a procuradora Thaméa Danelon, do Ministério Público Federal (MPF), afirmou que a decisão do STF foi um retrocesso no combate à corrupção.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários