Tamanho do texto

“Eu não me recuso a conversar com ninguém, mas não tenho nenhum apreço político pelo Lula", disse o ex-governador do Ceará em entrevista

IstoÉ

Ciro Gomes criticou Lula arrow-options
José Cruz/ABr
Ciro Gomes vem criticando Lula desde que o ex-presidente insistiu em sua candidatura

A relação entre o ex-presidente Lula (PT) e Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, continua estremecida. Desde o ano passado, quando Lula insistiu na candidatura de Fernando Haddad e não apoiando Ciro, a guerra foi declarada, especialmente com o pedetista se negando a pedir votos para Haddad no segundo turno.

Leia também: Ciro vai pedir para PDT tentar cassar mandato de Eduardo Bolsonaro

Ciro, porém, disse que não recusaria um convite de Lula para conversar caso o ex-presidente saia da prisão. Em entrevista ao Congresso em Foco , o pedetista chamou o adversário político de “enganador profissional”.

“Eu não me recuso a conversar com ninguém, mas não tenho nenhum apreço político pelo Lula, nenhum. Acho que ele é o grande responsável por essa tragédia econômica, social e política que o Brasil está vivendo, não tem grandeza, só pensa em si e virou um grande enganador profissional”, afirmou.

Gomes ainda declarou que Haddad, candidato presidencial do PT nas últimas eleições, não o procura desde a disputa eleitoral do ano passado.

Leia também: Frota pede desculpas a Ciro Gomes e diz que ele “tinha razão sobre Bolsonaro”

“Não, nem no dia da eleição. Esse povo não gosta muito da verdade, não. Aqui meu telefone, meu sigilo de telefone, se tiver uma ligação dele aqui você pode ficar com meu braço”, disse o pedetista.

    Leia tudo sobre: Lula